Principais problemas enfrentados?

Os policiais militares enfrentam todo tipo de problema, antes, durante e depois das missoes, o que vai variar de pessoa para pessoa. Algumas lidam muito bem com tudo, outras nem tanto. O importante e compartilhar das experiencias para ajudar os demais.

Alguns exemplos:

Antes: dificuldades com passaportes e vistos; demora na emissao da passagem; burocracia PM/Governo do Estado para publicar a autorizacao; demora administrativa; falta de apoio institucional; etc.

Durante: dificuldades na adaptacao (clima, local, comida, etc.); dificuldade de relacionamento pessoal e profisional com estrangeiros (locais, policiais, civis, militares) e com os proprios brasileiros; saudades de casa/familia; funcoes nao-desejaveis;

Depois: readaptacao familiar (irritabilidade, falta de paciencia, estresse, estresse pos-traumatico, problemas de relacionamento com filhos, estresse dos filhos, nao-reconhecimento dos pais em alguns casos, separacao, etc.); readaptacao profissional (falta de reconhecimento; assuncao de novas funcoes abaixo das esperadas; piadas no sentido de diminuir um ano na missao; descalorizacao; etc); readaptacao social ( com antigo habitat, comida, clima, etc. – este ultimo pouco mencionado)

E voce????

Publicado on setembro 9, 2008 at 6:35 pm  Comments (8)  

The URI to TrackBack this entry is: https://missaodepaz.com/principais-problemas-enfrentados/trackback/

RSS feed for comments on this post.

8 ComentáriosDeixe um comentário

  1. bom ainda to na fase do “antes” a dificuldade com o passaporte, e a indiferença do COTER a partir da convocação, beira o ABSURDO!!!!!!

  2. Com todos os problemas enfrentados no antes, durante e depois, participar de uma missao de paz e uma experiencia incomparavel e muito valiosa.

  3. Uma dificuldade que todo policial enfrenta no deslocamento de ida e de volta é o transporte da arma (para as missões armadas). E pasmem…..é mais fácil entrar e sair armado dos EUA do que transitar aqui no Brasil. Estive por um ano na missão no Haiti (Jun 2007 a jun 2008), perdi 3 horas em Guarulhos para embarcar, entre check-in da TAM, Pol Fed e embarque na aeronave. E na volta foi a mesma coisa, a PF não aceitou o documento de transporte emitido pela MINUSTAH, o que acarretou a perda do voo de SP para Porto Alegre, ainda bem que eu tinha guardado a declaração que fiz na ida para o Haiti, um papel preenchido a mão e com uma rúbrica de um funcionário da PF.
    Boa sorte aos novos UNPOLs

  4. Para complementar meu comentário anterior , sou Capitão da Brigada Militar do RS, meu e-mail é cap_marco@hotmail.com. Tenho um colega capitão que participou da missão em Kosovo em 2006. Na ida, na passagem pela Inglaterra, teve sua arma retida por erro no preenchimento do documento de embarque emitido pelo COTER. Ele se apresentou em Pristina e a arma chegou somente uns 15 dias após.

    Boa Sorte aos colegas.

  5. realmente deve ser muito dificil enfrentar tudo isso

  6. My friends,

    No pain, no gain…

    A experiência de participar de um missão de paz é extremamente valiosa e a superação dos obstáculos é parte necessária em nosso engrandecimento profissional.
    Abraços
    TC PMPA BRAGA
    UNP 1810 Haiti 2006/2007

  7. Meu Deus nem tô acreditando 😦 Meu namorado vai em Julho e só volta em Janeiroooooooo! Mais tô aqui torcendo por ele e por todos, antes, durante e depois. PAZ

  8. Estou em busca de orientação para conseguir trazer uma pessoa refugiada em Dakar Senegal para o Brasil, me perdoem por usar este site mas não sei por onde começar, ela não tem os documentos pessoais, se puderem me ajudem por favor.


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: