ACNUR e UNISANTOS PROMOVEM CÁTEDRA SÉRGIO VIEIRA DE MELLO

Brasília, 17 de junho (ACNUR) – Em seguimento às comemorações, no Brasil, do Dia Mundial do Refugiado (20/06), a Universidade Católica de Santos (UniSantos) e o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR) promovem, nos dias 17 e 18 de junho, o I Seminário Nacional Cátedra Sérgio Vieira de Mello (CSVM), com o objetivo de discutir o papel das universidades na assistência aos refugiados. Durante a abertura do evento será apresentado o relatório Tendências Globais 2009, com as mais recentes estatísticas sobre refúgio no mundo.

Implementada pelo ACNUR em toda a América Latina desde 2003, a CSVM é uma homenagem ao brasileiro Sérgio Vieira de Mello, morto no Iraque naquele mesmo ano e que dedicou grande parte da sua carreira nas Nações Unidas ao trabalho com refugiados, como funcionário do ACNUR.

A Cátedra foi lançada para difundir o direito internacional humanitário, os direitos humanos e o direito dos refugiados, promovendo também a formação acadêmica e a capacitação de professores e estudantes nestes temas. Um ano mais tarde, o projeto foi reformulado
com o objetivo de incorporar uma nova vertente: o trabalho direto com os refugiados. Junto ao desenvolvimento acadêmico, o atendimento solidário aos refugiados foi definido como nova prioridade.

No Brasil, a CSVM foi incorporada por diversas universidades: públicas, privadas, confessionais e leigas. O I Seminário Nacional CSVM contará com a presença do representante do ACNUR no Brasil, o mexicano Andrés Ramirez, e de representantes do Comitê Nacional para Refugiados, do Comitê Estadual para Refugiados de São Paulo e da Cáritas Arquidiocesana de São Paulo. O evento reunirá, também, instituições acadêmicas de diferentes partes do país, que desenvolvem atividades acadêmicas e comunitárias, além de refugiados que estudam atualmente em universidades brasileiras.

No dia 18, das 8h30 às 18 horas, serão realizadas mesas-redondas, apresentações e debates sobre atividades acadêmicas relacionadas à
assistência e à integração dos refugiados no Brasil e no mundo, especificamente as experiências de Santos e São Paulo. Haverá ainda
depoimentos de refugiados e a discussão de um plano de ação, com o objetivo de consolidar e expandir, de forma coordenada, a Cátedra Sérgio Vieira de Mello no Brasil.

De acordo com as últimas estatísticas do Comitê Nacional para Refugiados (CONARE), o Brasil possui 4.294 refugiados. Deste total,
3.895 foram reconhecidos por vias tradicionais de elegibilidade e 399 foram beneficiados pelo Programa de Reassentamento Solidário. Os refugiados de origem africana compõem a maioria desta população (64,9%), seguidos de refugiados do continente americano (22,3%), da Ásia (10,3%) e da Europa (2,2%). Em relação às nacionalidades, os maiores grupos são formados por angolanos (1.688 pessoas, ou 39,3% do total), colombianos (589 pessoas – 13,7%), congoleses (420 pessoas – 9,8%), liberianos (259 pessoas – 6%) e iraquianos (199 pessoas – 4,6%).

O I Seminário Nacional Cátedra Sérgio Vieira de Mello será realizado no Campus Dom Idílio José Soares (Avenida Conselheiro Nébias, 300). Visite http://www.unisantos.br/seminariovieirademello para conhecer a programação do Seminário e fazer sua inscrição on-line. A participação é gratuita, e as vagas são limitadas.

Para maiores informações entre em contato com a Unidade de Informação Pública do ACNUR Brasil:

Luiz Fernando Godinho e/ou Janaína Galvão – (61) 3044.5744

ATT.

ACNUR Brasil
Assessoria de Comunicação
Fone: (61) 3044.5744
Fax: (61) 3044.5705
e-mail: informacao@unhcr.org

Published in: on junho 17, 2010 at 9:43 pm  Deixe um comentário  

Angelina Jolie pede mais segurança para civis na capital da Somália

GENEBRA, 20 de abril de 2010 (ACNUR) – A Embaixadora da Boa Vontade do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR), Angelina Jolie, expressou ontem a sua preocupação com as vidas e o bem estar de milhares de pessoas deslocadas que estão presas na capital da Somália, Mogadíscio.

Mais de 170.000 somalis foram forçados a deixar as suas casas em todo o país desde o início do ano. Muitas pessoas foram mortas ou ficaram feridos nas últimas semanas em meio a um dos mais sangrentos combates até o momento.

Leia a íntegra desta notícia em http://www.acnur.org/t3/portugues/

Published in: on abril 21, 2010 at 6:00 pm  Deixe um comentário  

ACNUR PARTICIPA DA INSTALAÇÃO DO COMITÊ PARA REFUGIADOS DO RIO DE

Brasília, 19 de março de 2010 – O representante no Brasil do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR), Andres Ramirez, participa nesta segunda-feira (22 de março), às 10hs, da cerimônia de posse do Comitê Estadual Intersetorial de Políticas de Atenção aos Refugiados do Estado do Rio de Janeiro.

Criado em dezembro do ano passado por decreto do Governador Sérgio Cabral e coordenado pela Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos, o Comitê será empossado na sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RJ), que fica na Av. Marechal Câmara, 150 (4º andar), no Centro do Rio de Janeiro. A cerimônia de posse integra as comemorações do Dia Internacional contra a Discriminação Racial.

O Estado do Rio abriga cerca de 2.200 refugiados, entre homens, mulheres e crianças de diferentes nacionalidades. Em todo o Brasil, são
cerca de 4.200 pessoas nesta condição. Além da proteção legal concedida pelo Governo Federal, estes refugiados recebem assistência humanitária por meio do ACNUR e, no caso do Rio de Janeiro, da Cáritas Arquidiocesana – que também possui parcerias locais com o Poder Público e o setor privado.

O principal objetivo do Comitê é defender e promover os direitos dos refugiados que vivem no Rio de Janeiro. Entre suas atividades estão a elaboração, implementação e monitoramento do Plano Estadual de Políticas de Atenção aos Refugiados, a articulação de convênios com entidades governamentais e não-governamentais, e o acompanhamento dos processos de acompanhamento e acolhimento de refugiados e solicitantes de refúgio no Estado.

Participam do Comitê as Secretarias Estaduais de Assistência Social e direitos Humanos, Governo, Trabalho e Renda, Saúde e Defesa Civil, Educação e Segurança, como também a Defensoria Pública do Estado, o Ministério Público Estadual, a Comissão de Direitos Humanos da Assembléia Legislativa, a Ordem dos Advogados do Brasil, o ACNUR e o Comitê Nacional para os Refugiados (CONARE).

Como parte das comemorações ao Dia Internacional contra a Discriminação Racial, a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos lançará, nesta mesma solenidade, os processos de revisão e atualização do Plano Estadual de Direitos Humanos e de construção do primeiro Plano Estadual de Políticas de Promoção da Igualdade Racial.

ACNUR Brasil
Assessoria de Comunicação
Fone: (61) 3044.5744
Fax: (61) 3044.5705
e-mail: informacao@unhcr.org

Published in: on março 19, 2010 at 5:39 pm  Deixe um comentário  

ACNUR ajuda sobreviventes do terremoto no Haiti

SANTO DOMINGO, República Dominicana, 24 de Fevereiro (ACNUR)

A agência para Refugiados das Nações Unidas começou a distribuir ajuda humanitária para sobreviventes do terremoto e famílias que os abrigam em áreas fronteiriças do Haiti. Estão sendo entregues pacotes de itens não-alimentares para cerca de oito mil pessoas em uma região assolada pela pobreza e pelo subdesenvolvimento.

Leia mais em: www.acnur.org.br.

Published in: on fevereiro 26, 2010 at 4:55 pm  Deixe um comentário  

ACNUR começa a transferir refugiados somalis para campo na Etiópia

 

ADIS ABEBA, Etiópia, 17 de fevereiro (ACNUR) – A agência das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR) começou a realocar refugiados somalis, que estão em um centro de trânsito no leste da Etiópia, para um novo campo a cerca de 65 quilômetros distante. O primeiro comboio, com 11 ônibus e 2 caminhões com bagagens, transportou 247 refugiados somalis na última sexta-feira, de Dolo Ado para o campo de Melkadida.

Leia mais em: www.acnur.org.br

Published in: on fevereiro 18, 2010 at 5:40 pm  Deixe um comentário  

Novos conflitos levam milhares de somalis a deixar Mogadishu

NAIRÓBI, Quênia, 12 de fevereiro (ACNUR) – Novos conflitos entre forças do governo e a milícia Al-Shabaab, na capital somali de Mogadishu está deslocando milhares de civis. Há registro de que cerca de 24 civis foram mortos e 40 ficaram feridos nos últimos confrontos, que começaram na quarta-feira.

Leia mais em: www.acnur.org.br

Published in: on fevereiro 17, 2010 at 5:58 pm  Deixe um comentário  

ACNUR e OHCRH pedem que países não devolvam haitianos

Brasília, 12 de fevereiro de 2010 (ACNUR) – O Alto Comissariado das
Nações Unidas para Refugiados (ACNUR) e o Alto Comissariado da ONU para
Direitos Humanos (OHCHR, na sigla em inglês) divulgaram hoje declaração
conjunta exortando os países a suspenderem todos os retornos
involuntários para o Haiti, devido à situação prolongada de crise
humanitária no país caribenho que foi abalado por um forte terremoto há
um mês.
 
De acordo com o comunicado, feito durante o briefing de imprensa
semanal no Palais des Nations, em Genebra, o ACNUR e o OHCHR “pedem
que todos os países não devolvam haitianos para seu país e continuem
oferecendo proteção interina, com base em pressupostos humanitários”,
“até que a situação se estabilize e as pessoas possam retornar com
segurança” para o Haiti.

A porta-voz do ACNUR, Melissa Flemming, afirmou que a ajuda
internacional ao desastre está “bem encaminhada” e ressaltou que
“esforços de assistência e serviços ainda precisam chegar a uma
significativa porção da população afetada”. Ela disse que “muitas
pessoas ainda estão sofrendo com a falta de itens básicos, como abrigo,
alimentos, água e atendimento médico”.

De acordo com as duas agências, mais de 1,2 milhão de pessoas perdeu
suas casas como consequência do terremoto. “Estamos particularmente
preocupados com o grande número de pessoas vulneráveis, incluindo
feridos e crianças órfãs ou separadas dos familiares”, ressaltou
Flemming. 

Para mais informações, contate:
(OHCHR) Rupert Colville, +41 79 506 1088
(ACNUR) Melissa Fleming, +41 79 557 9122

Atenciosamente,

ACNUR Brasil
Assessoria de Comunicação
Fone: (61) 3044.5744
Fax: (61) 3044.5705
e-mail: informacao@unhcr.org

Published in: on fevereiro 13, 2010 at 2:05 am  Deixe um comentário  

Refugiados somalis lutam contra o inverno em Budapeste

Refugiados somalis lutam contra o inverno em Budapeste

BUDAPESTE, Hungria, 27 de janeiro (ACNUR) – Abdurrahman* escapou de tiros em Mogadishu, sua cidade natal, e suportou uma terrível adversidade para conseguir chegar à Europa. Mas ele disse que nada foi tão ruim quanto suas experiências na capital húngara. “Esta tem sido a pior semana da minha vida”, contou o jovem refugiado somali enquanto segurava uma xícara de café entre as mãos geladas, durante a visita do pessoal do ACNUR.

Leia mais em:
http://www.acnur.org/t3/portugues/noticias/noticia/budapeste-refugiados-somalis-lutam-contra-o-inverno/

Published in: on fevereiro 4, 2010 at 4:29 am  Deixe um comentário  

Refugiados e jovens da Costa Rica usam o rádio para combater xenofobia

SÃO JOSÉ, Costa Rica, 25 de janeiro (ACNUR) – Sentada em frente a um microfone em um estúdio de gravação em Costa Rica, Annye conta como um grupo armado irregular de seu país natal, a Colômbia, ameaçou a vida de seu irmão há cerca de oito anos, fazendo com que sua família fugisse do país. A refugiada participa de um projeto do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR) cujo objetivo é ampliar a conscientização sobre os refugiados e combater a xenofobia nas escolas de ensino médio da Costa Rica.

Leia mais em:
http://www.acnur.org/t3/portugues/noticias/noticia/refugiados-e-jovens-da-costa-rica-usam-o-radio-para-combater-xenofobia-nas-escolas/

Published in: on fevereiro 4, 2010 at 4:27 am  Deixe um comentário  

Deslocados internos no Iêmen somam mais de 250 mil pessoas

GENEBRA, 29 de janeiro (ACNUR) – A crise humanitária no Iêmen se aprofunda e, atualmente, o Alto Comissariado das Nações Unidas (ACNUR) estima que mais de 250.000 civis tenham sido deslocados desde o avanço do conflito interno no país, em 2004. Esta cifra representa o dobro do número de deslocados em agosto de 2009, quando os últimos incidentes de violência começaram.

Leia mais em:
http://www.acnur.org/t3/portugues/noticias/noticia/deslocados-internos-no-iemen-somam-mais-de-250-mil-pessoas/

Published in: on fevereiro 4, 2010 at 4:25 am  Deixe um comentário