Distintivo de Missão de Paz da PMSC

A Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) acompanhando as demais Corporações Policiais Militares, criou distintivo para aqueles que participaram de Missões de Paz.

A Portaria N. 150, de 12 de maio de 2017, aprovada pelo Exmo. Sr. Comandante-Geral da PMSC:

“Art. 1º Aprovar o distintivo de participação em Missões de Paz da Organização das Nações Unidas (ONU), conforme normatizado no Ato nº 469 de 12 de maio de 2017”.

O Ato, seguindo as demais corporações prevê:

Art. 3º O uso do presente distintivo será exclusivo dos Policiais Militares da Corporação, que tenham integrado Missões de Paz da ONU e permanecido na área de missão pelo período mínimo de 6 (seis) meses.

Parágrafo único. Será vedado o uso do distintivo aqui tratado, por aqueles que tenham sido repatriados por motivos de natureza disciplinar ou que, de forma administrativa, tenham sido considerados pela ONU, inabilitados ou impedidos de prosseguir na Missão.

Parabéns a PMSC!

 

 

Anúncios
Published in: on agosto 30, 2017 at 1:32 am  Deixe um comentário  

Contingente PM no Sudão do Sul completa 6 meses de Missão

 

“Meio caminho andado!” – Seis meses de Missão é um momento importante e de bastante reflexão para o Policial da ONU (United Nations Police – UNPOL). Os nossos profissionais, pioneiros na primeira Missão de Paz no Sudão do Sul (UNMISS), completaram ontem a metade do mandato inicialmente previsto (o qual pode – e dependendo da situação até deve, ser extendido), o de 1 ano de tour of mission.

Ao Tenente-Coronel PMAL Eliano, Capitão BMRS Marco Antonio, Capitão PMSC Jonas Binder, 1 Tenente PMESP Renata Cunha e a 1 Tenente PMESP Karin Lopes os nossos votos de saúde e mais sucesso ainda (além do que já conquistaram) na segunda metade dessa marcante jornada na vida de vocês.

Sérgio Carrera

OBS: O 1 Tenente PMPR Fábio Barros ingressou na UNMISS há 2 meses, completando o efetivo policial militar brasileiro no país.

Published in: on setembro 26, 2012 at 1:19 am  Comments (1)  

Policiais militares são agraciados com Medalha da ONU no Sudão do Sul

O dia 07 de setembro, dia da nossa Independência, é geralmente a data escolhida para a outorga da Medalha In the Service of Peace aos policiais militares e militares brasileiros que integram a ONU nas diversas de suas Missões de Paz.

No Sudão do Sul, a Medal Parade neste ano ocorreu com a presença de 05 (cinco) oficiais PM além de outros militares das Forças Armadas que lá trabalham como Observadores Militares (Military Observers – MilObs). A solenidade contou com a participação de autoridades da ONU e de outros policiais e militares estrangeiros que compõem a Missão das Nações Unidas no Sudão do Sul (UNMISS).

Foram agraciados com a Medalha 0s seguintes oficiais: TC PMAL Eliano, Cap BMRS Marco Antonio, Cap. PMSC Jonas Binder, 1º Ten PMESP Renata Cunha e a 1º Ten PMESP Karin Lopes.

Foto acima: TC PMAL Eliano (a direita) sendo condecorado com a Medalha. À esquerda, o Capitão BMRS Marco Antonio, segundo oficial mais antigo do Contingente, aguarda o seu momento.

Foto acima: O Capitão BMRS Marco Antonio, veterano da MINUSTAH (Haiti, 2007/2008)  é agraciado com a Medalha da ONU.

Foto acima: 1º Ten PMESP Karin Lopes recebe diploma após ser agraciada com a Medalha. A sua direita, a 1º Ten PMESP Renata Cunha.

Foto acima: Capitão PMSC Jonas Binder e o Capitão BMRS Marco Antonio.

O 1º Ten PMPR Fábio Barros não conseguiu chegar a tempo para a solenidade devido a problemas no transporte da cidade onde trabalha, no interior do país, até a capital, Juba (mas recebeu posteriormente a sua comenda).

Durante a solenidade, o TC Eliano, Comandante do Contingente, por tradição, fez o discurso em nome policiais militares brasileros:

E o Capitão PMSC fez uma apresentação sobre o Brasil e as polícias militares:

Esse time de policiais militares brasileiros é o primeiro a ser condecorado com a Medalha da ONU no mais novo país da comunidade internacional, o Sudão do Sul, fazendo assim, parte de sua história.

Medalha:

Certificados:

PS: Azul = ONU; Preto = a riqueza do petróleo; Verde = o solo fértil do Sudão do Sul; Branco = a esperança de paz e prosperidade após a luta pela independência.

Parabéns aos nossos “boinas azuis” que tão bem tem representado as nossas instituições policiais militares e a nossa nação.

Capitão Sérgio Carrera

Published in: on setembro 26, 2012 at 12:17 am  Deixe um comentário  

Capitão Marco e Capitão Jonas na primeira atividade de aconselhamento técnico no Sudão do Sul

Primeira atividade de co-location (aconselhamento técnico) aos policiais do Sudão do Sul – SSPS – South Sudan Police Service. Na foto aparece parte da equipe de UNPOLs de Akobo. Dois policiais de Uganda, um da Zâmbia, um da Bósnia, os capitães policiais militares brasileiros, Marco e Jonas Binder. Este local é o pátio interno da Police Station de Akobo.
 
Capitão BMRS Marco Antonio
 
Fonte: Arquivo pessoal/FB Cap. Marco.
Published in: on abril 16, 2012 at 5:32 pm  Comments (1)  

Policiais militares brasileiros recebem “deployment” no Sudão do Sul

Os policiais militares recém-chegados para compor a Missão de Paz da ONU no Sudão do Sul (United Nations Mission in South Sudan – UNMISS) receberam o seu “deployment” (classificação). Eis os locais de trabalho dos Policiais da ONU (United Nations Police – UNPOL) brasileiros no país africano:

 1)      TC PMAL Eliano(Comandante de Contingente/Contingent Commander – CC) ficou classificado na Sede da Missão, na cidade de Juba (assim como os demais seniors/CC de cada contingente);

2)      O Capitão BMRS Marco e Capitão PMSC Jonas foram classificados na cidade de Akobo, leste do país, próximo à fronteira com a Etiópia.

3)      A Tenente PMESP Karin e Tenente PMESP Renata foram classificadas na cidade de Malakal, capital de um estado ao Norte que faz fronteira com o Sudão.

Segundo o Capitão BMRS Marco Antonio, Juba tem uma base estruturada, embora a fila de espera de conteiner seja grande. A cidade oferece moradia em hotéis e até em casas, mas tudo muito caro, motivo pelo qual a maioria opta por morar na base.

No interior, nas capitais dos 10 Estados do Sudão do Sul, a ONU está estruturada em suas bases e também tem conteiners sobrando. Para quem quiser morar nas bases (descontam 21 dólares por dia direto do MSA = aluguel 630 dólares), com ar, cama, mesa, armário, roupeiro, frigobar e TV.

Com a criação da missão só no Sudão do Sul, a ONU começou a abrir bases em municípios no interior dos Estados, denominados County Base Support (CBS). Muitas estão em construção ainda, caso de Akobo, cidade onde trabalharão os Capitães Marco e Jonas.

 

Ambos ainda não sabem se terão conteiners à disposição deles ou se terão que morar inicialmente em Barracas da ONU (não são barracas tipo acampamento, mas maiores que são divididas em dormitórios individuais).

Como o MSA da ONU prevê o gasto com alimentação, os policiais militares brasileiros no interior terão que administrar da melhor forma possível o estoque de alimentação. Por isso, todo o pessoal que vai para o interior, que não seja capital de Estado, faz um rancho com enlatados e tudo que não seja perecível e despacha pelo “cargo” da ONU.

O serviço de internet é fornecido por 3 operadoras de telefonia celular, que fornecem modem 3G e que cobrem todo o país. Não são tão rápidas como em outros países, mas oferecem um serviço básico fundamental nos dias de hoje.

Sérgio Carrera

Published in: on abril 7, 2012 at 10:45 pm  Deixe um comentário  

Policiais militares brasileiros chegam bem e iniciam Induction Training em Uganda para compor Missão de Paz da ONU no Sudão do Sul

Retificando a última postagem sobre o Sudão do Sul, esclareço que 05 policiais militares embarcaram para o Sudão do Sul: TC PMAL Eliano, Cap BMRS Marco, Cap PMSC Jonas, Ten PMESP Renata e Ten PMESP Karin. (O Tenente PMPR Fábio Barros aguarda entrevista para se juntar aos demais).

Segundo informações recebidas pelo amigo Capitão Marco Antonio, eles chegaram ontem às 19:10 hs horario local (06 horas + que o Brasil) e já iniciam o induction training hoje.

Eles ainda não foram informados quando seguirão para Juba, capital do Sudão do Sul, mas acreditam que na próxima segunda-feira.

Mesmo cansados por causa do jetleg (diferença de fuso horário), todos estão muito bem.

Alem dos 05 brasilieros, no treinamento também conta com:
– 10 policiais da Nigéria,
– 04 da Malásia,
– 06 da Finlândia, e
 – militares da Alemanha, Índia, Holanda e El Salvador.

Continuaremos postando as informações sempre quando recebidas.

Abraço e sucesso aos amigos na África.

Sérgio Carrera

Published in: on março 28, 2012 at 3:07 pm  Deixe um comentário  

Policiais militares brasilieros seguem para a Missão de Paz no Sudão do Sul

Quatro policiais militares brasileiros embarcam amanhã, segunda-feira, dia 26 de março de 2012, para compor a Missão de Paz da ONU (UNMISS) no recém-criado Sudão do Sul. Os policiais militares embarcam de Guarulhos com destino a África do Sul e de lá partem para Entebbe (Uganda), local onde farão o Induction Training. Após o treinamento inicial, se deslocarão ao Sudão do Sul em aviação própria da ONU, com previsão de chegada para o próximo sábado.

Importante destacar a participar do veterano da MINUSTAH (Haiti), Cap. BMRS Marco Antonio, do Capitão PMSC Binder e de 2 oficiais femininas do Estado de São Paulo, Tenentes Karin e Renata, aumentando a participação policial feminina brasileira em Missões Internacionais.

O quinto brasileiro, Tenente PMPR Barros continua aguardando a entrevista (telefone) para seguir e se juntar aos demais.

Muita saúde, paz, sucesso e a certeza de que muito bem representarão o nosso país e instituições nesse ano na África.

Abraço,

Sérgio Carrera

Published in: on março 26, 2012 at 2:35 am  Deixe um comentário  

Capitão Emerson – PMSC – envia relato sobre a missão no Sudão

 

Pegando a deixa do Cap. BMRS Marco Antonio, faço questão de publicar o texto enviado pelo Cap. PMSC Emerson, que integra a Missão de Paz da ONU no Sudão 0 UNMIS. Vale a pena!

Confira as fotos no Blog UN Police!

Sérgio Carrera

“UNPOLS BRASILEIROS NO SUDÃO – UNMIS 2010/2011
Chegamos em solo Sudanês no dia 09 de março de 2010, mais de três meses depois de realizar a entrevista por telefone, última etapa do processo seletivo, que foi no dia 06 de dezembro de 2009 e 3 meses depois do check-out dos três brasileiros que aqui estavam, Maj PMERJ Silva, Ten PMSP Bruno e Ten PMMT Menin, que deixaram o Sudão no dia 10 de dezembro de 2009. Pois bem.
Com a estimada ajuda do Maj Silva, com quem mantivemos contato um bom tempo antes de chegar, já tínhamos certa noção das atividades que rolavam por aqui. Aportamos no Sudão em apenas dois Oficiais, eu, Capitão PMSC Emerson Fernandes e o 1º Tenente PMESP Carlos Alberto Mello e Silva. Éramos pra vir em três brasileiros, substituindo os três que aqui estavam, mas um dos brasileiros que viria conosco acabou reprovando na entrevista por telefone e não veio. Assim que cheguei aqui e obtive esta informação, entrei em contato com o COTER para que eles providenciassem outro Oficial urgente. Ouvi dizer que estava para vir um Tenente do Paraná, mas já estamos há 75 dias aqui e esta informação não se confirmou. Como esta a minha segunda Missão, eu já cansei de falar sobre a nossa representatividade pífia em missões de paz. Quiçá um dia isso mude, tenho bastante esperança nisso. Por isso não vou me aprofundar muito. O fato é que somos em apenas dois policiais, dentre quase 700 de 40 nacionalidades diferentes, e nos constituímos no menor efetivo policial da UNMIS, entre os países contribuintes. E o Brasil ainda quer assento permanente no Conselho de Segurança. O fato é que sempre desempenhamos muito bem a nossa parte. O Maj Silva, que aqui estava, foi Team Site Leader durante praticamente toda a Missão e agora eu e o Mello estamos em uma situação muito confortável, apesar do pouco tempo de Missão.
Após a nossa chegada, realizamos o Check-in e o Induction Training entre os dias 10 e 20 de março e fomos designados para trabalhar no setor II, Team Site WAU, que fica localizado na sede do setor. O setor II é um dos maiores da Missão e o nosso Team Site é o maior do setor e o segundo maior de toda a Missão, com cerca de 25 policiais internacionais (16 equivalentes aos nossos Oficiais, 09 equivalentes aos nossos Praças), 6 Language Assistants e 1 Office Assistant. Chegamos em Wau no dia 21 de março de 2010. WAU é a segunda maior cidade do Sul do Sudão (140 mil hab.) e, como eu já disse, é a sede do Setor II da Missão, que congrega 05 Team Sites em 4 Estados diferentes do Sudão. Como poderá ser visto na figura a seguir, a UNMIS está direcionada inteira para o Sul do Sudão.

Em relação ao exercício das nossas atividades na Missão, chegamos no Team Site e começamos, como todos, a trabalhar na atividade de monitoramento da atividade policial local, aqui chamada de co-location. Co-location nada mais é do que a visita diária aos Distritos policiais na AOR do Team Site para verificar se existem alterações no serviço policial, quantos estão de serviço, qual é a situação dos presos, quais foram as ocorrências nas últimas 24hs, etc… sempre acompanhado de um pequeno briefing de capacitação acerca de um assunto previamente estabelecido. Porém, tanto eu quanto o Mello permanecemos pouquíssimo tempo na atividade de co-location. Para a nossa grata surpresa, ascendemos bastante rápido nas funções aqui. Após dez dias de co-location, eu e o Mello fomos ministrar instrução em um curso de FPU (Riot Control) por dez dias. Com um mês de Team Site, fui convidado para exercer a função de Operations Officer do Team Site, a qual aceitei prontamente, e dez dias depois, o Mello recebeu o convite para ser o Senior Operations Officer do Setor. Atualmente, após 75 dias de Missão, estou exercendo a função de Acting Team Site Leader de Wau (O Team Leader está de CTO) e o Tenente Mello está trabalhando no Setor, já efetivado. Ele só está esperando o check-out do chefe da seção, para, muito provavelmente, assumir a chefia de operações do setor, que é responsável por cinco Team Sites. Ambos fomos convidados para trabalhar na seção de treinamento do setor, e provavelmente ser o Sector Training Coordinator, haja vista que os três policiais que trabalham naquela seção estão saindo nos próximos três meses. Nesse exato momento nossa situação é muito confortável. No mês que vem haverá anúncio para a vaga de Team Site Leader e também para a vaga de Deputy Sector Commander. Eu vou aplicar para Deputy SCD e, se não der certo, posso aceitar o convite de Sector Training Coordinator, enquanto o Mello muito provavelmente será o Senior Sector Ops Officer. Esse é o nosso “Picture” no momento, com menos de três meses de Missão.
Nenhum de nós dois ainda pegou o primeiro CTO. Eu sairei no dia 02 junho, após 84 dias e o Mello ainda esperará um pouco mais. Abaixo publico algumas fotos de nossas atividades “so far”.

Acerca da relação entre a Missão de Paz que estamos participando e a Missão de Paz em Darfur, cabem também algumas explicações. O Sudão é o único país do mundo a sediar duas Missões de Paz completamente diferentes e independentes uma da outra. Estão operando no Sudão a UNMIS (United Nations Mission In Sudan), direcionada inteiramente a atender ao Sul do País, devido a um processo de separação que está em curso e cujo período decisivo se dará no mês de Janeiro de 2011, com a realização de um Referendo para decidir se a população do Sul do Sudão quer ou não se separar do Norte. Tudo indica que a população optará pela separação e também tudo indica que ela não será muito pacífica. Mas nós ainda estaremos aqui para ver o que vai acontecer. E tem também a UNAMID (United Nations African Union Mission In Darfur). A UNMIS só opera no Sul do Sudão e a UNAMID só opera em Darfur. A UNMIS está “under chapter six” e a UNAMID está “under chapter seven”. Evidente que a situação em Darfur é bem mais tensa que nas demais regiões do país. Esses seqüestros e inclusive assassinatos de boinas azuis que ocorrem em Darfur com certa freqüência, ainda não presenciamos nenhum por aqui. Mas aqui, apesar de não ser igual à Darfur, as hostilidades em relação aos boinas azuis vem aumentando e furtos e roubos em residências ocupadas por internacionais acontecem com freqüência. A única coisa que liga as duas missões é um escritório de ligação da UNAMID que tem na sede do MHQ da UNMIS em Khartoum, nada mais. Só para exemplificar, não existe a possibilidade de nós sermos deslocados para lá e vice-versa.

Por enquanto acho que era isso. Desculpe a demora. Você tem autorização para publicar tudo o que eu escrevi aqui, assim como as fotos e se por acaso tiver mais alguma dúvida em relação à Missão é só falar, porque admiro o trabalho de divulgação de vocês em prol dos Boinas Azuis brasileiros, mormente os UNPOLs. Mandarei também uma cópia desse documento para o Maj Silva, da PMERJ e para o Sérgio Carrera, da PMDF.
Grande abraço!!
Emerson Fernandes
Capitão PMSC
UNOTIL – 2005/2006 – UNMIS 2010/2011”

Published in: on maio 27, 2010 at 1:07 pm  Comments (5)  

Dois policiais militares brasileiros embarcam para a Missão de Paz da ONU no Sudão

Fonte da foto.

Desde o dia 10 de dezembro de 2009 não havia qualquer policial militar brasileiro na Missão de Paz da ONU no Sudão, devido aos eternos problemas de rotação (que merece um artigo ou texto específico). Enfim, 2 oficiais PM partiram para Cartum na última segunda, dia 08 de março de 2010, o Capitão da PMSC Emerson Fernandes e o 1 Tenente PMESP Mello. O Major PMDF Valverde teve problemas com as passagens e deve embarcar nas próximas semanas.

Até quando os problemas de rotação dos policiais miltares brasileiros irão continuar?

Desejamos muita paz, saúde, sorte e sucesso aos nobres boinas azuis!

Que cumpram a Missão com a competência que é inerente ao PM brasileiro ao redor do mundo!

Faith and Strenght!

Sérgio Carrera

Fonte da foto.

Saiba mais sobre o Sudão!

Fonte foto.

Published in: on março 11, 2010 at 4:56 am  Deixe um comentário  

Defesa Civil de Santa Catarina vai enviar força-tarefa ao Haiti

A Defesa Civil do Estado de Santa Catarina irá enviar uma força-tarefa ao Haiti para se somar aos grupos de ajuda humanitária de vários países que já se encontram no país caribenho. O grupo de 35 pessoas é formado por 21 bombeiros, 05 policiais militares e 09 civis(engenheiros, médicos e técnicos). Entre os policiais militares está o Capitão Dhiogo Cidral de Lima (foto), o qual é veterano da MINUSTAH do contingente policial brasileiro de 2008. O Capitão Cidral terá um papel fundamental na equipe devido ao seu conhecimento sobre o Haiti, em especial a capital Porto Príncipe. Além disso, sua fluência em inglês e francês facilitará a comunicação do grupo com a população local.
Durante esta semana serão tomadas as providências administrativas relativas às vacinas, aquisição de equipamentos necessários ao trabalho a ser realizado em Porto Príncipe, bem como equipamentos individuais, visto as condições adversas que serão encontradas em território Haitiano.
Segundo a informação obtida, hoje estarão embarcando para Brasília dois Oficiais da PMSC para providenciar nos trâmites necessários para a emissão dos passaportes de serviço aos integrantes da equipe. O embarque está previsto para o dia 25 de janeiro.
Parabéns à Santa Catarina pela iniciativa.
Fonte:Blog UNPOL Brasil
NOTA: Será que o Distrito Federal também vai tomar esse tipo de iniciativa? Vários policiais militares que estiveram no Haiti ou em outras Missões de Paz estão prontos para embarcar e ajudar.
Published in: on janeiro 18, 2010 at 1:31 pm  Deixe um comentário  

Policiais militares aguardam o embarque para o Sudão

Os 3 oficiais policiais militares designados para a Missão de Paz das Nações Unidas no Sudão, MAJ PMDF VALVERDE, CAP PMSC EMERSON E TENENTE PMESP MELO, ainda aguardam a definição da data para o embarque neste mês de janeiro de 2010.

No momento, o Brasil não possui nenhum policial na Missão de Paz no Sudão. A rotação, mais uma vez, continua a ser um problema da representação policial militar brasileira nas Operações de Paz da ONU.

Sérgio Carrera

Published in: on janeiro 9, 2010 at 8:17 pm  Deixe um comentário  

Operação em Bell Fontaille

“Policiais militares brasileiros conduzem mais uma missão de reconhecimento com o propósito de realizar mais uma missão de natureza especial. Desta vez a área foi em Croix-des-bouquets, na sua parte interior, onde bandidos estão aterrorizando a comunidade e se escondendo da Polícia Haitiana, o vôo teve com principal objetivo levantar imagens que facilitem a infiltração e esfiltração por aeronave e ainda reconhecer a futura área de operações.
 
MAJ AGRICIO DA SILVA”

Published in: on setembro 30, 2008 at 8:17 pm  Deixe um comentário  

Operação Night Shift

Apos a passagens dos furacões pelo Haiti, a vida começa a se normalizar no país, assim dando continuidade ao trabalho dos policiais militares brasileiros, o Maj Agricio e o CAP Frederes conduziram mais uma operacao policial no Haiti, desta vez na área de Citie Soleil, a Operação Night Shift teve o objetivo de intensificar a presença das Nações Unidas naquela localidade e foi conduzida por cinco vezes, durante dez dias. Como resultado 11 pessoas presas por infrações diversas.
MAJ AGRICIO
Published in: on setembro 30, 2008 at 8:13 pm  Deixe um comentário  

Contingente policial brasileiro no Haiti e condecorado com a medalha da ONU

“No dia 19 de agosto de 2008, o contingente policial brasileiro integrante da MINUSTAH, em cerimonia que contou com a participacao do contigente policial do Canadá, Chile, Guiné e Romenia, foi condecorado com a medalha das Naçoes Unidas “in service of peace”. O chefe de contingente, MAJ AGRICIO, da PMDF, foi condecorado pelo Sr. Anabi, chefe da missao no Haiti, o CAP FREDERES  e o TEN CIDRAL, da BMRS  e da PMSC, foram condecorados pelo MAMADU DIALLO, Police Comissioner da MINUSTAH. A cerimonia contou com a presenca do Sr. Embaixador do Brasil no HAITI, entre outras autoridades.
AGRICIO DA SILVA ”

Published in: on setembro 9, 2008 at 6:09 pm  Deixe um comentário  

Policiais brasileiros prestigiam Medal Parade da China na MINUSTAH

O MAJ AGRICIO, DA PMDF e o CAP FREDERES, da Brigada Militar do RS, no dia 09 de julho de 2008, pretigiaram mais um Medal parade me Port au Prince, capital do Haiti. Desta vez tratou-se da cerimonia de entrega de medalhas para o contigente da FPU chinesa. todo o contigente, num total de 140 policiais, foram homenageados ao receberem a citada medalha, por bons servicos prestados a causa da paz. Major Agricio.

Published in: on setembro 9, 2008 at 5:21 pm  Deixe um comentário  

Policiais brasileiros coordenam missao de reconhecimento no Haiti

“No dia 30 de Junho do corrente ano, o Major Agricio (PMDF) e o Cap Frederes (BMRS) coordenaram uma missao de reconhecimento na cidade de roche a bateu, pequena cidade na regiao de Les Cayes, no noroeste do Haiti, missao conjunta que envolveu a tripulacao uruguaia do aviao C 212, nova ferramenta adquirida pela UN para emprego exclusivo em missoes de reconhecimento, bem como policiais franceses da PNH, o objetivo principal era levantar imagens das casas e predios daquele vilarejo para posterior planejamento de operacao especial para prender uma gangue de traficantes de drogas e armas.”

“Live for nothing or die for something.”
AGRICIO DA SILVA -UNP 02500
BRAZILIAN CONTIGENT COMMANDER UN-MINUSTAH-HAITI

 

 


 
 

Published in: on julho 2, 2008 at 8:00 pm  Comments (2)  

Contigente policial visita novo Embaixador brasileiro no Haiti

Visita do contingente brasileiro ao novo Embaixador, Igor Kipman.

Na foto: Funcionario da Embaixada, Tenente Cidral (PMSC), Cap Marco (BMRS), o Embaixador Igor, Major Agricio (PMDF), e o Conselheiro Ronald Cardoso.

Em maio de 2008.

PS: O Cap Frederes, quarto membro do contingente, estava em gozo de recesso.

 

Published in: on junho 28, 2008 at 5:23 pm  Deixe um comentário