Policiais militares migram da MINUSTAH para MINUSJUSTH 

O Brasil não encerrou suas atividades no Haiti.

Os efetivos militares sim, mas os policiais militares continuam no país e na nova missão e outros se preparam para integrar a MINUSJUSTH.
Os únicos dois policiais militares remanescentes migrarão para a nova missão. Entretanto, as regras de transição exigem policiais com experiência prévia e de patente de gestão para as missões individuais (IPO) e as de secondment. 

Os que estão em missão não podem requerer extensão, mas é o comando do componente policial da ONU (UNPOL) que analisa e requisita a permanência dos que já estão no terreno. 

Ontem tivemos a grata surpresa de tomar conhecimento que o Tenente Paulo, da PMMG, foi convidado a permanecer. No momento, é fundamental por parte dos órgãos federais sensibilizar as autoridades de seu estado quanto a importância de autorizar sua continuação no Haiti. 

Outros policiais militares veteranos estão aplicando para processos seletivos de secondment para cargos de chefia, os quais em sua maioria exigem o francês e o inglês. 

No caso dos IPO abre-se uma oportunidade de pensar em aumentar um pouco o número de policiais e únicos uniformizados brasileiros no Haiti, após término da MINUSTAH. 

A MINUSJUSTH prevê apenas 298 unpol e 7 FPU. 

Anúncios
Published in: on setembro 19, 2017 at 3:00 am  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://missaodepaz.com/2017/09/19/policiais-militares-migram-da-minustah-para-minusjusth/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: