Missão de Paz: oficial da PM auxilia a reconstrução do Sudão do Sul

Em março deste ano, o capitão Jonas Airton Peres Binder, lotado no 11º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de São Miguel do Oeste, partiu para o Sudão do Sul para atuar junto a uma força de paz da Organização das Nações Unidas (ONU). O Sudão do Sul é um país localizado na África e que a pouco menos de dois anos separou-se do Sudão, surgindo uma nova nação formada por inúmeras etnias, havendo variados problemas sociais e com a presença de várias milícias armadas que estão em constante luta. Em 13 de abril, o capitão Jonas foi designado para atuar no condado de Akobo, na fronteira do Sudão do Sul com a Etiópia, onde está exercendo a função de Police Advisor, atuando como mentor técnico no processo de treinamento da força policial local, preparando os policiais para atuarem dentro dos padrões internacionais defendidos pela ONU.

1

O condado de Akobo tem cerca de 130.000 habitantes, sendo considerado pela ONU umas das regiões mais pobres do mundo, sendo que a população mora em casas feitas de barro. O sistema de saúde disponível à população é quase inexistente, dependendo na maior parte do auxílio de Organizações Não Governamentais (ONGs). O sistema de ensino é o básico e de difícil acesso, funcionando geralmente em construções muito antigas e parcialmente destruídas pelos conflitos. Não há indústria, sendo o comércio meramente local e com as principais fontes de renda oriundas das atividades das ONGs, da polícia e do exército. Existem poucas plantações, sendo que alguns nativos criam gado apenas para um pequeno comércio de carne, comércio este que apresenta vários problemas de higiene ligados a falta de eletricidade ou de água potável para a conservação da carne. Há problemas também relacionados a disponibilidade de água potável para o consumo humano, que aliado a uma temperatura que facilmente chega aos 50 graus torna as condições locais bastante duras.

2

Neste ambiente as ações das forças a serviço da ONU buscam dar melhores condições aos habitantes da jovem nação, onde o papel desempenhado no treinamento das forças policiais locais assume grande importância. O treinamento busca dar o conhecimento técnico necessário para a atuação dentro de padrões internacionalmente aceitos de respeito aos direitos humanos e com uma atuação pautada na legalidade. As maiores dificuldades encontradas são o baixo nível de escolaridade dos policiais e a falta de um treinamento prévio básico para o desempenho das atividades de polícia. Desta forma, a participação de policiais de Santa Catarina nas atividades da ONU demonstra o reconhecimento do grau de profissionalismo da Polícia Militar ao ser escolhida para prestar auxílio na construção de um novo país.

(Informações: capitão Marcelo de Wallau da Silva, Comunicação Social/11º BPM :: Fotos: divulgação)

Fonte: Site da PMSC.

Anúncios
Published in: on fevereiro 21, 2013 at 8:51 pm  Comments (1)  

The URI to TrackBack this entry is: https://missaodepaz.com/2013/02/21/missao-de-paz-oficial-da-pm-auxilia-a-reconstrucao-do-sudao-do-sul/trackback/

RSS feed for comments on this post.

One CommentDeixe um comentário

  1. Esta melhorando…
    No meu tempo eramos somente tres.
    Sucesso a todos!


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: