Capitão BMRS Marco relata chegada do primeiro contingente policial brasileiro no Sudão do Sul (março 2012)

(transcrição)

“Já estamos no Sudão do Sul, mas chegamos em Juba somente hoje (30/03/2012). Ontem fomos até o aeroporto, fizemos o check in , esperamos dentro do setor de embarque até a hora do voo (14 hs) e ai cancelaram o voo da ONU. Disseram que era por causa do mal tempo em Juba.

Aí tivemos que voltar para o Hotel. E novo procedimento hoje de manha. Porém nova espera, pois o avião decolou de Juba e teve que voltar ao aeroporto. Um Oficial de El Salvador, da Aeronáutica, que está chegando na Missão e estava no mesmo voo nos contou que telefonou para um amigo dele do MovCon em Juba e ele disse que o avião não decolou ontem porque quando estava taxiando bateu em outro avião estacionado. Então, hoje decolou e sentiu um problema tendo que retornar. Mandaram um avião maior para nós e deu tudo certo.

Quando chegamos aqui fomos recebidos pelos militares brasileiros que estão trabalhando na Missão e estão nos dando o suporte inicial. Ficaremos dividindo nos conteiners deles até o nosso deployment. Eles são pequenos, mas é o que a casa oferece, e tem sido excelente por parte dos nossos novos amigos compatriotas. Vou dormir em um colchão inflável emprestado pelos militares. Eles estão sendo muito atenciosos conosco. Se não estivessem aqui, estaríamos “sem pai nem mãe”.

Amanhã iniciamos o treinamento, 2 dias inteiros. No terceiro dia será o teste de direção. Parece que não seremos “lotados” antes do final de semana por causa do feriado de páscoa. Pelo que os militares nos disseram, pois já fizeram um prévio contato com a rotation unit, as mulheres ficam em Juba, e os homens vão para o interior. Estão tentando nos levar para locais que tenham militares brasileiros, o que seria muito importante.

Aqui em Juba existe problema de acomodações. Tem fila de espera para os conteiners, cerca de 200 pessoas nos disseram. Um capitão da Aeronáutica que está quase em check out, recebeu o dele há pouco tempo. Por causa disso, os hotéis estão lotados e o pessoal “fincando a faca” nos internacionais, ou seja, mesma coisa que no Haiti. Já no interior tem conteiner sobrando, individuais, com ar condicionado. (Média de $ 21/dia).

Vamos mantendo contato.

Marco

Capitão Brigada Militar do RS – BMRS

UNPOL no Sudão do Sul”

Anúncios
Published in: on abril 4, 2012 at 11:44 pm  Comments (2)  

The URI to TrackBack this entry is: https://missaodepaz.com/2012/04/04/capitao-bmrs-marco-relata-chegada-do-primeiro-contingente-policial-brasileiro-no-sudao-do-sul-marco-2012/trackback/

RSS feed for comments on this post.

2 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Cap Marco, parabens e fica o facao no toco e nao te entrega para esse paisanos….meu inter mission o eo 126 89449 .QAP

  2. Caro Cap Marco;
    Estive no Sudão em 2006/2007. Servi meu TOD todo em Wau, uma cidade próxima a Juba. Deixei grandes amigos que hoje não sei se ainda estão na Missão (provavelmente não). Provavelmente a essa altura vc já foi designado, mas se não Wau é um bom lugar, lá morávamos na Latin´s House, uma casa bem ampla que alugávamos (também não sei se ainda existe). Hoje essas são apenas lembranças e nostalgia, Desejo a você uma excelente missão e que continue o bom trabalho dos brasileiros auxiliando o necessitado povo do Sudão.
    TC Alessandro Venturim – PMDF.


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: