Tenente-Coronel PMDF Valdemir dos Santos relata suas primeiras impressões na Missão de Paz da ONU no Timor Leste (dez 2011)

FOTO DA PRIMEIRA VISITA DE INSPECAO REALIZADA A MANATUTO A 70 KM DE DILI.

(TC VALDEMIR AO CENTRO – UNIFORME CAMUFLADO URBANO)

 Como foi a chegada em Dili, no Timor Leste? Foi tranquila?

Foi sim. Tive um pouco de transtorno porque vim pelo EUA. Via Santiago ou Buenos Aires problema com armamento são menores. É importante não esquecer a guia de trafego da arma expedido pela sua Região Militar (EB) e trazer cópia de tudo que se refere a arma. Na Argentina costumam cobrar uma custodia da arma (ninguém entende direito = de 70 a 150 dólares).

BAGAGEM: Se não quiser pagar excesso, mande tudo que passar de 20 Kg pela DHL, mas só chega uns 20 dias depois – cabe a cada um. A partir de Sydney, vão te cobrar U$ 2,0/quilo sobre o que exceder 20 quilos (fora os 7 KG da bagagem de mão)

Qual a sua função?

Como já tinha experiência anterior (no Sudão) e sou “senior officer”, como dizem aqui,  fui lotado numa Seção aqui de Dili responsável por fiscalizar todo mundo da UNPOL na Missão.

Os outros quatro que vieram comigo foram para o interior onde as condições de vida são mais restritas, porque em muitos lugares não há energia elétrica pública e outros não tem ar condicionado.

Como é o lugar?

Em Dili é bom, tem muitos restaurantes, praia todo dia, mas é caro (+/- US 800 para morar quando acha lugar; é possível morar “mais ou menos” pagando em torno de US 500 (em casas fora do centro, sem asfalto, sem gerador, sem internet, etc).

Se preferir cozinhar fica barato, mas para comer fora é caro em Dili – nos distritos ainda não sei.

Aqui tem muitos carros, quase todos japoneses e muitas motos. Nas motos eles carregam  quantas pessoas eles conseguirem colocar inclusive bebe de colo. É normal ver moto com o casal e três (e eu disse CINCO pessoas, incluindo crianças de QUARQUER idade). A salvação é que dirigem desesperadamente devagar 30/40 Km/h (dizem que a maioria não tem habilitação). AQUI E MAO INGLESA!

Como está o clima no país?

SOCIAL: muito calmo, não tem desavenças internas que resultem em clashes, mas já estão cansados de estrangeiros por aqui.

Sobre o idioma, não falam muito português. Apenas alguns antigos que foram educados antes de 1975 quando houve a invasão pela Indonésia e passaram a aprender bahasa. Nas escolas tentam ensinar português, mas não há professores suficientes.

SEGURANÇA: tranquilo, pode andar na rua de noite sem problema, gostam de brasileiros (quanto a ONU…).

PS: Neste domingo um carro da UNPOL bateu em uma moto e uma criança morreu, eles apedrejaram o carro e UNPOL fugiu do local.

METEREOLÓGICO: Está bem quente e dizem que vai ate março. Aparenta uns 35/38 graus (a julgar pelo Sudão) mas aqui nunca vi um termômetro. Nesta época chove umas duas vezes por semana, mas não é temporal.

Haverá eleições em breve, em março 2012 e o segundo turno 30 dias depois se ninguém ganhar no 1º (como no Brasil). Cerca 2 meses depois, eleições parlamentares.

INTERNET: Aqui ha internet 3G, mas de modo geral a tecnologia está atrasada, já que a conexão, tanto 3G como fixa e de 128 KBps (Esta chegando agora 256 KBps, mas custa o dobro do preço. O preço normal (128 KBps e U$ 1,00/hora de conexão).

A internet nos distritos (no interior) e a da ONU e muitos sites são bloqueados (SKYPE, VIDEOS, RADIO, TV).

ACOMODAÇÃO:

Estou provisoriamente dividindo uma casa com o Coronel PMDF Matias ate dia 15/Dez, quando ele vai embora e eu vou para um apartamento individual no centro da cidade.  Não se engane: quando me falavam apartamento eu pensava em prédios, mas quase nada aqui tem mais que 2 andares e a maioria das acomodações chamadas de apartamentos são construções térreas (casas simples, divididas em quitinetes).

 Esta que vou ficar foi reservada com mais de um mês de antecedência e custa U$ 750 (com ar condicionado, gerador, internet e cozinha = itens importantes).

 

Att.,

VALDEMIR DOS SANTOS

TENENTE-CORONEL PMDF

United Nations Police Officer – UNPOL

Timor Leste – East Timor – UNMIT.

Anúncios
Published in: on dezembro 11, 2011 at 5:23 pm  Comments (1)  

The URI to TrackBack this entry is: https://missaodepaz.com/2011/12/11/tenente-coronel-pmdf-valdemir-dos-santos-relata-suas-primeiras-impressoes-na-missao-de-paz-da-onu-no-timor-leste-dez-2011/trackback/

RSS feed for comments on this post.

One CommentDeixe um comentário

  1. […] Tenente-Coronel PMDF Valdemir dos Santos relata suas primeiras impressões na Missão de Paz da ONU … dezembro 11th, 2011 – Arquivado em Missão de paz, Policial Militar […]


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: