Ministro da Defesa não faz menção aos policiais militares no dia dos Boinas Azuis (29 de maio de 2010)

O discurso do Ministro da Defesa, por ocasião do Dia dos Peacekeepers (29 de maio), celebrado neste ano de 2010, na Base Aérea de Brasília, reiterou a já questionada indiferença da Pasta em relação a participação dos policiais militares brasileiros em Operações de Paz.

No texto da Ordem do Dia (abaixo) nota-se que em momento algum as poucas centenas de policiais militares que compuseram Missões de Paz da ONU e representaram o Brasil em zonas de conflito, foram mencionadas, trazendo a baila os questionamentos quanto aos reais interesses em manter a gestão policial para Operações de Manutenção da Paz sob a responsabilidade do Ministério da Defesa.

Aos irmãos das Forças Armadas Brasileiras, dignos de respeito e reconhecimento, a consideração de todos os boinas azuis policiais militares, acidentalmente esquecidos pelo Ministro.

De toda forma, os termos soldados e militares, mesmo não se referindo aos PMs, são considerados como parte da personalidade profissional dos policiais militares brasileiros que serviram em Missões… 

Independente da não menção por parte do Ministro, na presença de policiais militares veteranos, faz-se importante salientar que o MD -(por intermédio do Exército Brasileiro – COTER, IGPM e EM) encaminhou convite aos PMs do DF para atenderem a solenidade.

“ORDEM DO DIA

DIA INTERNACIONAL DOS MANTENEDORES DA PAZ
29 DE MAIO DE 1948.
AQUI COMEÇA A HISTÓRIA DOS CAPACETES AZUIS.
Nessa data o Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas, ONU, expediu a RESOLUÇÃO Nº 50/1948, autorizando o estabelecimento da Primeira Operação de Manutenção da Paz.

A UNTSO – ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA SUPERVISÃO DA TRÉGUA – foi organizada na Palestina para monitorar o cessar fogo e o armistício entre Israel e seus vizinhos árabes.

Como uma forma de homenagear todos os HOMENS e MULHERES que Serviram e continuam servindo em OPERAÇÕES DE MANUTENÇÃO DA PAZ NO MUNDO, em 2003, ano em que a ONU completava 55 Anos de bem sucedida existência, o CONSELHO de SEGURANÇA aprovou a RESOLUÇÃO N? 57/129, criando o “DIA DO PEACEKEEPER”, a ser comemorado anualmente em todo o mundo.

Era o reconhecimento tácito da Competência Profissional, da Coragem e da dedicação daqueles que heroicamente entregaram suas vidas à nobre Causa da Paz.

As MISSÕES de PAZ da ONU são um veículo amplamente aceito quer por sua ação efetiva quer por seu caráter internacional que lhes proporciona uma legitimidade incontestável.

As FORÇAS ARMADAS BRASILEIRAS têm integrado Missões de Manutenção da Paz nos cinco continentes, desde 1956 quando Integrou as tropas enviadas para SUEZ, no EGITO.

A efetiva participação brasileira em MISSÕES de PAZ da ONU evidencia o grau de responsabilidade que o BRASIL deseja assumir nos assuntos afetos à PAZ e à Segurança Mundial.

Nossas tropas já participaram de 26 OPERAÇÕES de MANUTENÇÃO DA PAZ. Destaco MOÇAMBIQUE, ANGOLA, REPÚBLICA DOMINICANA, TIMOR LESTE e HAITI onde, ainda hoje, lideramos o efetivo empregado na MINUSTAH.

O Militar Brasileiro tem demonstrado seu valor profissional, tanto isoladamente quanto em equipe, nas MISSÕES de PAZ sob a égide da ONU.

Para responder aos novos desafios e realidades políticas, o DPKO – DEPARTAMENTO DE OPERAÇÕES DE PAZ, da ONU, responsável pela Estratégia e Gerenciamento das Operações, vem exigindo que as Missões Evoluam tanto Conceitualmente quanto Operacionalmente.

Nossos Militares continuam respondendo de maneira brilhante aos novos desafios.

Altos escalões da ONU se referem ao SOLDADO BRASILEIRO sempre de maneira respeitosa e elogiosa. Isto atesta e confirma sua Seriedade e Competência Profissional, aliadas à Firmeza de Atitudes, Espírito Humanitário, Imparcialidade e Coragem no Cumprimento das Missões.

Parabéns e muitas felicidade aos Mantenedores da Paz de todos os tempos, esses corajosos BRASILEIROS e BRASILEIRAS que deixaram seus lares em nome da paz.

O Verde-Amarelo ostentado no braço de cada um dos SENHORES e SENHORAS, mostra ao mundo que o BRASIL é grande não apenas pela sua extensão territorial, mas pelo valor moral, ético e profissional do VALENTE POVO BRASILEIRO.

NELSON JOBIM
MINISTRO DE ESTADO DA DEFESA”

 Defesanet

Anúncios
Published in: on junho 22, 2010 at 2:31 am  Comments (1)  

The URI to TrackBack this entry is: https://missaodepaz.com/2010/06/22/ministro-da-defesa-nao-faz-mencao-aos-policiais-militares-no-dia-dos-boinas-azuis-29-de-maio-de-2010/trackback/

RSS feed for comments on this post.

One CommentDeixe um comentário

  1. Carrera,

    Isso não causa mais espanto.

    TC Braga


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: