A República Negra (dicas de leitura)

SINOPSE:

Uma insurreição armada irrompeu no Haiti no início de 2004, resultando na renúncia e no exílio do então presidente Jean-Bertrand Aristide. Para evitar uma guerra civil, em 1º de junho de 2004, soldados brasileiros chegaram à cidade de Porto Príncipe, capital do país, para formar a força principal da recém-nascida Missão das Nações Unidas para a estabilização do Haiti, a Minustah. O livro surgiu a partir das viagens que o jornalista fez para presenciar o cotidiano das tropas brasileiras, que viraram reportagens publicadas nos jornais Diário de S. Paulo e O Globo. A publicação aprofunda o conteúdo das matérias e mostra o quanto o Brasil influi nas vidas dos oito milhões de hatianos seja por canais diplomáticos, militares ou culturais. Traz depoimentos inéditos de rebeldes e de militares brasileiros sobre supostos casos de espancamento durante interrogatórios e abusos de violência contra haitianos. Narra também os combates e as estratégias militares que fizeram da ocupação brasileira na capital haitiana um exemplo de operação de paz bem-sucedida realizada pelas Nações Unidas. Luís Kawaguti relata a sucessão de acontecimentos que, em pouco mais de dois anos, levaram uma nação do caos social e político ao processo de redemocratização, iniciado com a eleição de um novo presidente. Para compreender a complexidade da situação do Haiti e, conseqüentemente, da missão da ONU, o autor faz uma passeio pela história do país. Aborda desde a sua descoberta na primeira viagem do navegador Cristóvão Colombo à América, em 1492, passando pela revolução de 1804, que libertou o Haiti da França, e pelos 28 anos extremamente violentos da ditadura de Duvalier. O jornalista faz um panorama do sistema educacional, sanitário e de transporte do país; mostra de que maneira a religião católica, professada pela maioria da população, convive harmonicamente com os rituais de vodu. O livro configura-se como uma rica fonte de informações, pois o autor conheceu de perto tanto as dificuldades quanto o trabalho dos militares brasileiros. Narra, detalhadamente, operações importantes das tropas da Onu, como as realizadas em Bel Air, a maior favela de Porto Príncipe. Revela quais os diversos problemas enfrentados, desde o desarmamento da população até dificuldades logísticas, como o alojamento das tropas brasileiras.

Fonte: Livraria Cultura.

Anúncios
Published in: on abril 18, 2010 at 12:57 pm  Comments (5)  

The URI to TrackBack this entry is: https://missaodepaz.com/2010/04/18/a-republica-negra-dicas-de-leitura/trackback/

RSS feed for comments on this post.

5 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Acabei de ler…Muito bom ! Me chamou a atenção o aspecto de operação policial da MINUSTAH, já que não é um ambiente pós-guerra igual ao Sudão. Nosso dia-a-dia no RJ é bem similar, com diferenças que aqui existe todo um aparato legal, judiciário, MP,…Outro aspecto operacional que me chamou a atenção foi o uso de snipers pela tropa brasileira…bastante empregado tb aqui no BOPE. Excelente leitura. Enjoy it !

    • Sem dúvida. Esse livro é uma boa leitura e apresenta aspectos operacionais interessantes.
      Notadamente, as coisas mudaram muito e as ações dos militares não são como nos anos iniciais.
      Vale a pena!
      Abs,
      SC

  2. sou cristão , e recentemente fiz um evento para arrecadar leite em pó para mandar para o haiti.Arrecadamos 300 kg de leite e´m pó.Isso foi no dia 9 de março,já entrei em contato com todos os orgãos possiveis e não tive exito.SOU pm do PARÁ-BRASIL, da cidade de TUCURUÍ.Preciso mandar para vcs distribuirem aos necessitados . Me ajudem por favor,esse evento reuniu muitas pessoas que acreditaram no propósito do ajudar ao próximo, conforme a doutrina de JESUS.E eu não vou desistir porque acredito q pessoas comprometidas como vcs podem me ajudar.DEUS O ABENÇOE.

  3. Carrera,
    Vou ler, irmão.

    TC Braga

    • É uma boa leitura, chef lá!
      Abs,
      SC


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: