ONU presta homenagem aos funcionários mortos no Haiti

 09/03/2010

Secretário-Geral Ban Ki-moon lembrou que terremoto no país caribenho foi a maior tragédia isolada da história das Nações Unidas; homenagem reuniu familiares, amigos e colegas dos civis, policiais e militares da organização que morreram no tremor de terra.

 

Memorial na ONU

Daniela Traldi, da Rádio ONU em Nova York.

Os nomes dos 101 funcionários das Nações Unidas mortos no terremoto no Haiti foram lidos em cerimônia oficial na sede da ONU nesta terça-feira.

A homenagem, realizada dois meses após o tremor de terra, reuniu em Nova York familiares, amigos e colegas dos civis, policiais e militares da organização que morreram no abalo.

Tragédia

Durante a cerimônia, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, lembrou que esta foi a maior tragédia isolada da história das Nações Unidas.

Muito emocionado, ele disse que os homens e mulheres que serviam no Haiti eram heróis, trabalhadores dedicados aos esforços humanitários que vieram de vários países.

Ban Ki-moon afirmou que os funcionários não dividiam apenas o mesmo escritório, mas o desejo por um mundo melhor. O presidente da Assembleia Geral, Ali Treki, lembrou os milhares de haitianos que também morreram e 1 milhão de pessoas que não tem mais onde morar.

Um poema escrito em francês pelo embaixador de Cabo Verde na ONU, Antonio Pedro Monteiro Lima, foi lido durante o memorial.

Memorial

A embaixadora do Brasil nas Nações Unidas, Maria Luiza Ribeiro Viotti, disse à Rádio ONU que a cerimônia foi muito emocionante.

“É um sentimento de muita paz. Foi uma homenagem muito bonita, muito emocionante, mas que transmitiu ao mesmo tempo muita paz e gratidão sobre o que representa esse esforço que as Nações Unidas fazem no Haiti, mas é um sentimento de muita paz e gratidão”, afirmou.

Cristina da Costa, esposa do brasileiro Luiz Carlos da Costa, vice-chefe da Missão da ONU no Haiti, Minustah, que morreu sob os escombros do prédio que abrigava a missão, afirmou que a mensagem de esperança permanece.

“Foi um momento muito importante para todas as famílias e para todos que se foram que trouxe uma certa passagem de uma grande dor a uma luz muito especial que eu tenho certeza que está sendo honrada com a presença de todos os familiares, amigos e funcionários”, disse.

A cerimônia teve ainda um vídeo com imagens dos funcionários, flores, velas e uma homenagem à bandeira azul e branca da ONU. A cantora haitiana Emeline Michel encerrou o memorial.

Anúncios
Published in: on março 10, 2010 at 1:43 am  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://missaodepaz.com/2010/03/10/onu-presta-homenagem-aos-funcionarios-mortos-no-haiti/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: