Capitão Hoffmann escreve sobre ética e preparo técnico-profissional para uma Missão da ONU

O Capitão Arnaldo Hoffmann Neto (APM-RS/1995) completou 9 meses de serviço na Missão de Paz das Nações Unidas no Timor Leste. A experiência vivenciada no dia-a-dia em Dili proporcionou ao Capitão Hoffmann angariar conhecimento sobre algumas questões importantes que devem ser levadas em consideração pelo futuro UNPOL. No texto abaixo encontramos informações relevantes a respeito de ética e preparo técnico-profissional.

Preparo ético e técnico-profissional para Missão da ONU
Ainda preocupado com os futuros missioneiros e já com alguma bagagem de experiência em Missão de Paz, veio a necessidade de redigir algo sobre esse tema, que é de suma importância. Por sorte aqueles que frequentaram Academias de Polícias Militares não terão problemas quanto a isso mas vale a pena lembrar por pura precaução, afinal, cautela nunca é demais.
Comecemos pela ética. É de bom alvitre observar mais do que falar. Afinal o ambiente de Missão é multicultural e observa-se todos os dias uma imensa gama de atitudes e valores que nos são estranhos. Não são errados, são apenas diferentes dos nossos. Devemos lembrar que outras pessoas de outras culturas nos observam também e nos julgam. É importante então, não expor comentários, revelar dados de trabalho, especialmente se forem desairosos ou negativos; não opinar a respeito de autoridades, como por exemplo, atos do Comandante da Polícia Local, justamente pelas diferenças existentes entre procedimentos. Ser discreto e demonstrar profissionalismo é sempre recomendável.
Por outro lado, e não menos importante, temos o preparo técnico-profissional. Todos nós dominamos a leis e regramentos aos quais estamos vinculados. Temos a “nossa” noção do que é certo ou errado. Estando em outro país, deparamo-nos com situações inusitadas, pois o sentimento de certo e errado não é exatamente o mesmo, por questões de costume, cultura, religião, e até mesmo geo-climáticos, portanto, ter conhecimento das leis vigentes no país é importante.
Estamos, como “Peacekeepers” sobordinados a SOP (Standard Operational Procedures). Esse documento trata das nossas obrigações enquanto integrantes da ONU, de maneira que é indispensável ser sabedor do tema.
Tudo isso serve para que o profissional possa exercer suas funções com tranqüilidade e possa render mais para a manutenção da paz, além de evitar dissabores como, por exemplo, tomar atitudes que venham de encontro aos interesses positivos de bem representar o Brasil.

Leia na íntegra no Blog UN Police, do Capitão Marco Antonio.

Anúncios
Published in: on fevereiro 14, 2010 at 8:59 pm  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://missaodepaz.com/2010/02/14/capitao-hoffmann-escreve-sobre-etica-e-preparo-tecnico-profissional-para-uma-missao-da-onu/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: