Tenente PMPE Couto envia relatos emocionantes vividos por ele após desastre no Haiti

“Olá caros amigos..Finalmente consegui pegar num computador decente pra falar sobre o que aconteceu aqui..
 
Bem, ontem, eu estava na Log Base em Porto Pricipe no Haiti e por volta das 16h50, quando o terremoto aconteceu, acreditem, nenhuma montanha russa, nenhum brinquedinho de gamestation podera na minha vida, superar a sensação que senti quando vi o mundo literalmente balancar a minha frente. Foi incrivelmente ridículo eu achar, em primeiro momento que, estavam batendo com alguma coisa muito pesada no Container que eu estava. Paredes do Container viraram teto e vice -versa e não sabia onde estava em certo momento. Todas as coisas do escritório que estava por lá começaram a cair em cima de mim, e comecei a evacuar todos que ainda estavam la dentro sem saber o que fazer, pois tentei manter a calma depois do primeiro momento de trauma.

Existia uma canadense que estava colada ao chão de tanto medo que estava. Tive que força-la a sair pra não deixa-la sozinha. Após isso o tremor continuou e aumentou e de repente ouvimos um barulho terrível que vinha do solo como se alguem estivesse jogando uma bomba na gente.

.ISSO DUROU TEMPO SUFICIENTE PRA QUE TODA A BASE FOSSE JOGADA DE UM LADO PRO OUTRO BRUSCAMENTE!

Foi literalmente a pior sensação que ja senti em minha vida, pois me senti totalmente inútil sem poder fazer nada diante da grandeza daquele fato.
 
Ap]ós o choque , abrimos todos os procedimentos de seguranca e liderei um comboio inteiro com o carro que estava sob minha responsabilidade em direção ao Quartel do Comando Geral da MINUSTAH, pois até então existia uma boato que o predio inteiro havia caido e que existiam muitos mortos nos escombros do edifício de 6 andares. Quando fomos para o trânsito, o caos e o pânico estava instalado e a população, em sua maioria estava nas ruas com medo de ficar em suas casas, tornando o trânsito por lá um verdeiro inferno.

Quando estavamos nas ruas, eu vi cenas que normalmente so vejo em filmes: crianças mortas nos braços de mães e pais que pediam ajuda quando viam nosso veículo, gente morta no meio da rua, casas completamente destruídas, laceraçõs gravíissimas, idosos necessitando de atenção médica urgente.

E acompanhado disso um sensação de desespero que tive que controlar por ter sido de certa forma, preparado para isso como Policial Militar.

Quando finalmente chegamos ao meio do caminho Hotel Christopher, Sede da MINUSTAH, TIVEMOS QUE PARAR NOSSO COMBOIO PORQUE NÃO TÍNHAMOS MAIS COMO PASSAR PELOS ESCOMBROS QUE TODAS AS CASAS DA RUA TINHA DEIXADO.

Entao decidi liderar o Comboio a Pé em conduta de patrulha, onde ao alcançar,  finalmente, nosso objetivo, me deparei com um pequeno Holocausto haitiano… “Não poderia ser!” – eu nao acreditava o que estava acontecendo aos 6 andares cheios de pessoas: haviam simplesmente sido reduzido a meros escombros que não chegam a altura sequer de um único andar.
 
Consegui passar para a area afetada e em seguida soube que tinha um brasileiro a mais ou menos 3 ou 4 metros enterrado no chão dentro dos escombros. Ao tentar contato com a vítima soterrada até o pescoço com areia pude perceber que na verdade seria um Oficil do Exército Brasileiro que havia realizado o curso da CioPaz no RJ.Passamos quatros horas tentando tira-lo como podíamos, sem meios, e para isso, tive que descer no meio dos escombros para ter acesso a uma pequena abertura que se encontrava em cima da cabeça dele, estando ele soterrado em posição fetal.

Disse-lhe meu nome e de imediato ele começou a me chamar pedindo pra que eu não o abandonasse.Disse a ele que não se preocupasse pois só sairia dali de duas maneiras: Com ele ou  Com ele!

 Ou seja, de todas as maneiras iríamos sair de la juntos. Outro oficial do Brabatt estava soterrado no momento da colisão, mas teve sorte e conseguiu ver uma luz e saiu por ela escavando com dificuldade..

Após esse fato o Oficial do Brabatt comecou a me ajudar a tirar os materiais pra resgata-lo juntamente com um contigente de excelentes soldados bolivianos, porém, como alguns ja sabem, o AFTER SHOCK (Ou seja apos o terremoto) se da com novos terremotos de grandeza menor que o primeiro e quando eu estava dentro do buraco para tira-lo outros tremores aconteceram e nessa hora vc só tem uma opcção: REZAR, COMPANHEIRO! E MUITO BEM MESMO para que vc nao seja mais uma vítima.

Depois de 4 horas e meia de muito trabalho em conjunto conseguimos tirar o meu amigo e Oficial do Exército são e salvo de lá com escoriações na perna, acreditem ele nasceu de novo naquele dia.

A sensação de salvar uma pessoa nessa situação já e muito boa, mas imaginem qdo essa pessoa se trata de um amigo e companheiro de farda em missao de paz?

Nos abracamos e choramos muito de alegria juntamente com todo o contigente Boliviano que gritava BRASIL, BOLIVIA, BOINA AZUL!!! FOI REALMENTE EMOCIONANTE…NÃO TROCARIA POR NADA EM MINHA VIDA UMA SENSAÇÃO COMO ESSA. LEVAMOS ELE PRA UM HOSPITAL E ELE FOI DEVIDAMENTE TRATADO E PODE AGORA VOLTAR PRO SEIO DE SUA FAMILIA NO BRASIL.
 
QUANDO VOLTAVA DO LOCAL DO DESASTRE PARA A LOG BASE ESTAVA AMANHECENDO E AI AMIGOS FOI QUANDO EU VI REALMENTE O QUE O TERREMOTO TINHA FEITO COM O PAÍS…FOI SIMPLESMENTE DEVASTADOR, NÃO TENHO PALAVRAS PRA DESCREVER O QUE MAIS ESSE POVO AGUENTA SOFRER..ALÉM DE MISÉRIA, FOME, VIOLÊNCIA, AGORA DEVASTAÇÃOE DESOLAMENTO?

Eu e o Cap PMAM Algenor fizemos um pacto, sabe? Vamos fazer a diferença aqui , não vamos simplesmente ficar de braços cruzados olhando e esperando o tempo passar! Vamos fazer a diferença e elevar o nome do nosso Pais e todos vao saber que existem pessoas que realmente se importam com a questao catastrófica, por nos vividas em terras além mar…Somos Brasileiros, muitas vezes não reconhecidos pelo trabalho que desempenhamos, mas nao vamos deixar que tais fatos nao coloquem a fortaleza da bondade em nossos corações, a humildade, o trabalho árduo pelos necessitados que já desistiram de viver vão nos guiar e teremos nossas recompensas nos sorrisos daqueles que clamam por assistência de quem nunca viu de quem não conhece.

Nós, que fazemos a MINUSTAH, estamos irmanados como UNPOL  (Polícia da ONU) a fazer tudo que estiver a nosso alcance pra que superemos essas dificuldades com Louvor….Não queremos e de antemão já digo logo, nenhum tipo de homenagem, medalha ou qualquer recompensa que seja além de um obrigado, estamos aqui fazendo o nosso trabalho pela humanidade e como tal, iremos vencer!

Não durmo a dois dias e meio e não lembro a última vez que me alimentei, porém não vou descansar enquanto nao achar os corpos ou os sobreviventes (quisera Deus) de meus companheiros que aqui tombaram no cumprimento do dever pela paz mundial. É somente o que ensejamos. Voltaremos um dia de cabeça erguida com o sentimento de dever da MISSÃO CUMPRIDA.

Obrigado a todos que nos deram qualquer tipo de apoio, a familia que tanto sofre sem saber de nada, nosso muito e eterno Obrigado. Mudei meu caro Deus em tao pouco tempo a concepção do que se tem e do que se deve ter pra viver feliz e em Paz. Já me considero um ser humano muito melhor por isso.

“Brasil, acima de tudo, abaixo somente de Deus”.
 
Ricardo Couto
Comandante da Unidade k-9
MINUSTAH”

Anúncios
Published in: on janeiro 13, 2010 at 9:29 pm  Comments (14)  

The URI to TrackBack this entry is: https://missaodepaz.com/2010/01/13/tenente-pmpe-couto-envia-relatos-emocionantes-vividos-por-ele-apos-desastre-no-haiti/trackback/

RSS feed for comments on this post.

14 ComentáriosDeixe um comentário

  1. […] Tenente PMPE Couto envia relatos emocionantes vividos por ele após desastre no Haiti janeiro 13th, 2010 (11 minutes ago) “Olá caros amigos..Finalmente consegui pegar num computador decente pra falar sobre o que aconteceu aqui..   Bem, ontem, eu estava na Log Base em Porto Pricipe no Haiti e por volta das 16h50, quando o terremoto aconteceu, acreditem, nenhuma montanha russa, nenhum brinquedinho de gamestation podera na minha vida, superar a sensação que senti quando vi o mundo literalmente balancar a minha frente. Foi incrivelmente ridículo eu achar, em primeiro momento que, estavam batendo com alguma coisa muito pesada no Container que eu estava. Paredes ler mais Salvar/Compartilhar […]

  2. Meu filho, li o seu relato agora e estou emocionada demais. Em saber do que voce tem passado aí, e, principalmente pelo seu relato na hora que estava salvando um amigo, vc teve que descer e houve mais tremores de terra. Nada vai acontecer a voce. Sabe por que? Porque Deus tem um plano na sua vida; Em primeiro lugar Ele quer que voce seja reconhecido por sua corporação, pois ela deveria dar mais valor a voce. Mas quando voce voltar se Deus quiser, vai ser diferente, voce vai ver. Acredita meu filho, que nem sequer um telefonema o pessoal da PM deu pra nós, sua família? Mas Deus está vendo tudo. Epode ficar certo que Ele não deixa de ver nada. Eu te abençôo em nome de Jesus Cristo e de Maria Santíssima. Fica com Deus! Beijos! Da sua mãe!!!!!!!!!!!!!!

  3. Ricardo, aqui no predio, ficamos todos preocupados com o q aconteceu ai no haiti. Graças a Deus vc esta bem e o q eh melhor: podendo ajudar os outros nesa situaçao terrivel. nao existe homenagem pelo que vcs estao fazendo por ai. parabens pela força e determinaçao

    ass: todos do edf FRAGATA.

  4. Meu amigo Couto,

    estou muito feliz que vocês esteja bem, me emocionei com suas palavras e torço bastante que você realmente faça a diferança num país tão miseravel.
    Confia nas suas tecnicas, nunca afaste seus principios e acredite sempre em Deus, ele nunca vai te abandonar, estaremos rezando por você, e espero em breve me encontrar contigo e colocar a conversa em dia! e comemorar mais uma conquista! parabens!

    Henrique Borba (salsicha)

  5. Caro Tenente Couto, sou irmã do Capitão Algenor e gostaria de expressar o orgulho que estamos sentindo por todos os que aí estão com a missão de ajudar o próximo. Não tenho notícias do meu irmão desde o dia 12 de janeiro, mas sei que o seu silêncio é em função dessa difícli missão. Rezo por vcs todos os dias para que Deus os ilumine e abençoe o trabalho de vcs a cada momento. Boa sorte e diga ao meu irmão por favor que nós o amamos.

  6. Nobre amigo, n dá nem p imaginar a dimensão disso tudo, como um país tão massacrado pela miséria e falta d condições humanas de vida ainda sofre com um episódio desse!?
    Graças a Deus vc está bem!! Deus quis que vc continuasse vivo p contar essa história p seus filhos e netos,e ajudar os necessitados , força nessa missão q Deus te ilumine sempre e quando puder manda mais detalhes de como as coisas estão por aí! um abraço companheiro!

  7. Um relato extremamente emocionante, que revela bem a situação caótica do país e da FIBRA e HEROISMO de quem tem como dever zelar por terceiros. Felizmente te deram uma chance de sair vivo dessa para que o melhor seja feito. Nós, aqui no Brasil, estamos na torcida e ao mesmo admirados com a fibra de nossos bravos herois, os que tombaram no cumprimento do dever e os que resistiram bravamente para ajudar os mais necessitados.

  8. Olá Ricardo, fiquei realmente emocionado com o seu relato. Eu era vizinho do Cap Algenor e qndo saí de Manaus, ele estava nessa missão. Ao saber do terremoto, fiquei preocupado, pois apesar dos meus colegas de farda do CMA não estarem mais nessa missão, lembrei-me imediatamente do Cap Algenor. Fico feliz em saber que ele está bem e também orgulhoso do grandes seres humanos que vocês estão provando ser. Desejo sorte nessa missão e que esse sacrifício seja reconhecido não só pelo Brasil, mas por todo o mundo.
    Um grande abraço para o Cap Algenor!

  9. Couto,

    Com grande emoção leio agora o teu relato. Caiu a ficha. Desde que saí da Missão, em dezembro de 2008, lembro e penso sempre no que passamos por aí. Mas, por mais que aí estívesse, nada se compara ao que agora sentes. Ao ler o teu relato me vi pelos teus olhos; e me dói agora só de pensar o que restou. Mas você mostrou a garra e a perseverança, e num momento único, participou do resgate de um companheiro. Tenho orgulho de você. Saibas que nesse momento, aqui em SC, está sendo montada uma Força Tarefa para ajudarmos da maneira que pudermos. Estarei na coordenação da Força, e, benza Deus, logo estaremos ao seu lado. Fique Forte. Mande lembranças aos companheiros da Missão, um especial ao Maj Algenor, e estejam com Deus.

    Um abraço do companheiro de armas,

    Cap PMSC Cidral
    Contingente UNPOL 2008

  10. TIO…UFFA
    SEI,GRAÇAS A DEUS VC ESTAR BEM, VC VAI FAZER A DIFERENÇA, VC É BRASILEIRO… TE ADORO
    FICA COM DEUS!!!
    BJS
    SUA QUERIDA EX- ALUNA

  11. Tenente Ricardo Couto.

    Desejo-lhe boa sorte, muita fé e sabedoria!

    E que a “Luz resplandeça nas trevas”

    GM Leon
    Guarda Municipal de Salvador

  12. oi,nossa imagino o q vc pasou hem? a vida e dura mais traz varias liçoes…voce e um heroi.vi seu comentario e me emocionei,existe tanta gente reclamando da vida,e na verdade reclamam sem saber do que?pois problemas realmente sao esses ai. QUE DEUS TE ABENÇOE SEMPRE…PARABENS…SABE QUAL E O MEU SONHO??? SER PM…QUALQUER COISA AI VAI MEU E-MAIL: isalinda_pm@hotmail.com
    boa sorte

  13. Caro Ten Couto

    Sempre há tempo para reconhecer que Deus te conduziu praessa missão. Lembro-me que se esforçou muito pra cumprir as exigencias solicitadas pela ONU.Fique certo que DEUS esttará sempre do teu lado. Nos orgulhamos em te-lo como nosso representante nessa missão. Pernambuco Inortal ! Imortal !!
    Com Admiração
    Cel Carlos Feitosa

  14. caro companheiro lhe admiro pela coragem e pela capacidade de se encontrar numa situação feito essa,que deus lhe ilumine e faça com que vença todos os obstáculos que vier por diante parabens parceiro pela honrosa representação brilante que estais fazendo de nossa polícia. atenciosamente joão santos 4 BPM


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: