DISCURSO DO MAJOR BECKER NA ENTREGA DA MEDALHA “A SERVIÇO DA PAZ” – KOSOVO

DISCURSO DO MAJOR BECKER NA ENTREGA DA MEDALHA  “A SERVIÇO DA PAZ” – (TRADUZIDO)

 Sra.Comissária de Polícia Sra. Jill Muncy (SUB CHEFE) ,Sr. Enbaixador do Brasil na Sérvia e Montenegro, Dr. Rubem Amaral Jr., Sr. Representante do Embaixador de Portugal na Sérvia e Montenegro Dr Ricardo  Manuel Martins Passos de Gouveia.Vice-Comissário de Polícia para Administrações, Sr. Hans Martin Zimmerman,  Oficiais Superiores  da KPS ( Kosovo Police Service), Demais Chefes de Contingentes, Colegas Policiais Internacionais  e Companheiros do Pessoal Civil das  ONU

 

Senhoras e senhores,

Eu gostaria de falar um pouco a respeito da POLÍTICA EXTERNA BRASILEIRA PARA OPERAÇÕES DE PAZ. Tal doutrina é baseada na Política de Defesa Nacional, de acordo com os interesses brasileiros, regida pelas linhas gerais a seguir:   

   

Brasil considera que Operações de Paz são instrumentos úteis para resolver conflitos e eles ajudam promover  as negociações político -diplomaticas, mas porém, eles não os podem substituir; A solução definitiva sempre dependerá do desejo político, de ambas as partes.   

Quando instalda, uma Operação de Paz deverá ser governada por Oficiais gabaritados, baseada em princípios imparciais, aplicação da força mínima e necessária, negociação com todas as partes envolvidas e intermediação na procura de soluções, sendo evitada a discussão de outros problemas e responsabilidades.   

   

SOBRE EXPERIÊNCIAS BRASILEIRAS EM OPERAÇÕES DE PAZ    

Brasil, desde há muito tempo, está contribuindo com os esforços de paz da comunidade e organismos internacionais e enviando observadores militares desarmados ou tropas ligeiramente armadas inserindas em áreas de conflito.   

Os objetivos envolviam o monitorar cessar-fogo entre as partes envolvidas e desenvolver as melhores condições para o restabelecimento completo da normalidade regional.   

O Primeiro contingente brasileiro neste tipo de Missão de Paz foi em Egito, 1957, e desde aquele tempo, nós temos estado sob a bandeira da ONU, na República Dominicana,; Índia, Paquistão, Angola, Costa Rica, El Salvador, Guatemala, Equador, Peru, Honduras, Nicarágua, Moçambique, Ruanda; Eslovênia (na  antiga Iugoslávia ) atee’agora, na Croácia até hoje; Em Chipre; Timor Leste e finalmente, nas Missões da ONU, em Kosovo em 2003 e Haiti este ano.   

 Este vasto histórico de serviços a favor da paz mundial, destaca o Brasil entre as nações que mais tem  contribuído neste tipo de processo, que apesar de ser perigoso, árduo e estressante, é extremamente necessário.   

Aqui na  UNMIK especialmente, os Oficiais brasileiros estão fazendo o melhor possível nesse processo de construção da nova  KPS (Kosovo Police Service), porque está clara nossa preocupação com os sistemas policiais no mundo inteiro, e especialmente aqui, depois de anos sangrentos de guerra. Nós nos preocupamos com a formação contínua do Policial, a necessidade de humanização dos serviços de polícia que deveriam ver no criminoso, um ser humano em conduta de erro… e um ser humano – meus caros – sempre é passível de ser reeducado.  

Eu tenho certeza que nós brasileiros somos, por demais, considerados e respeitados pelos colegas, dado o bondoso, porém, eficiente trato com  que dirigimos nossas tarefas e relações profissionais, enquanto mostramos um comportamento de cidadãos típicos de uma América por demais Latina. 

Eu gostaria de agradecer especialmente a Sr. Rubem Amaral JR., nosso Embaixador na Sérvia e Montenegro por estar conosco hoje como representante de governo brasileiro , e dar a este MEDAL PARADE um significado maior fazendo deste, um momento que viverá para sempre. 

Eu gostaria também de  dizer obrigado para Sr. Ricardo o Manuel Martins Passos de Gouveia, Representante  do Embaixador português na Sérvia e Montenegro, por estar fazendo o mesmo relativo aos policiais portugueses, a todos os demais vinte e sete representantes de países membros e ainda, à  Miss Jill Muncy, nossa Comissária de Polícia Atual por estar presidindo esta solenidade a qual empresta seu  prestígio e respeito para ambos os contingentes. 

Penso que nós  consolidamos as fundações de amizade, de respeito e confiança, para os Oficiais que, no futuro próximo, nos substituirão, porque acreditamos, em nosso estilo amigável e responsável de vida, como sendo profundamente benéfico, principalmente, para os oficiais das outras nações que trabalhem conosco.   

Senhoras e senhores, em meu nome, Major o Auceri Becker Martins /  Chefe Contingente Brasileiro, Major  Florisvaldo Ferreira Cesar e Major  Jean Rodrigues Oliveira, eu gostaria de lhes agradecer por honrarem nosso MEDAL PARADE com suas presenças e o afeto que estão demostrando ter, para conosco e com nosso país.   

Como  Oficial chefe de contingente e representante diplomático do Brasil nos Balcãns agradeço a atenção,

Muito obrigado .  

Pristina, Kosovo, em 07 de setembro de 2004.

Major PMMA Becker

Chefe do Contingente Policial Brasileiro

Bec_arco_Iris[1]

Anúncios
Published in: on junho 2, 2009 at 7:26 pm  Comments (1)  

The URI to TrackBack this entry is: https://missaodepaz.com/2009/06/02/discurso-do-major-becker-na-entrega-da-medalha-%e2%80%9ca-servico-da-paz%e2%80%9d-kosovo/trackback/

RSS feed for comments on this post.

One CommentDeixe um comentário

  1. We served together with captain (major) Becker in Angola. I would like to get his e-mail adress if it is possible, because I would like to send him few lines and keep contact.
    If anybody has possibility to help me…

    Muito obrigado

    Lt. col. Bacsa István from Hungary


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: